A minha foto
Às vezes a imaginação falha, o sorriso esconde-se, as ideias ficam com ressaca e a vontade esgota-se. Depois, é preciso deixar que o pensamento esboce a dureza das palavras expostas. É ser sem parecer, e escrever mesmo sem crer.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

50. Circunstâncias


Fiz e faço questão de poder ajudar-te em qualquer momento da tua vida. Há tanto tempo que te conheço mas só hoje, tiveste a oportunidade de por como deve ser a conversa em dia. Compreende que a vida é mesmo assim, cheia de altos e baixos e que nenhuma é excepção. Tenho pena por as coisas se passarem de uma forma fria e cínica pela parte do teu marido, mas sabes e eu já te disse isso muitas vezes, que o ficar calada foi e vai continuar a ser o grande problema dessa duradoura relação. Não fui capaz de te dar muitos concelhos. Não sou casada para poder falar no assunto. Sinto-me mal por saber que estás pior ... e por saber que andas angustiada todos os dias por coisas que não fazem qualquer sentido. As diversas razões que me contaste, fizeram com que ficasse ali, imóvel a ouvir todas as tuas mágoas. Não tive coragem de me vir embora e não te dar um grande abraço. Dá mias valor a ti ... és muito mais do que pensas. Esquece todas essas circunstância e sempre que quiseres vem divertir-te comigo! Se precisares ... a minha casa é a tua casa!

Um Beijo, Telma.

8 comentários:

  1. Tocante :')

    olha, já me adicionas-te no msn? :O

    ResponderEliminar
  2. Não faz mal Telma, eu só perguntei porque não me aparece nenhum convite teu para adicionar =/
    Nem apareces nos meus contactos :S

    ResponderEliminar
  3. não percebui muito bem este texto, mas não deixa de ser tocante

    ResponderEliminar
  4. A telma e o seu bom coração =)

    ResponderEliminar

Memórias do Meu Pensamento