A minha foto
Às vezes a imaginação falha, o sorriso esconde-se, as ideias ficam com ressaca e a vontade esgota-se. Depois, é preciso deixar que o pensamento esboce a dureza das palavras expostas. É ser sem parecer, e escrever mesmo sem crer.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

147. Daddy

Ainda me lembro, quando tinha os meus 6 aninhos. Eras sempre tu que me satisfazias as vontades, que me fazias chorar de tanto rir e que me carregavas ao colo, sempre que fazia um birra.
Foste tu que me compras-te milhares e milhares daqueles balões enormes e com desenhos adoráveis, que te rias das minhas piadas, mesmo que estas não tivessem qualquer piada, eras e serás sempre tu, que me compreende seja qual foi a situação.
Há coisas, que terás de compreender sozinho, que terás que aceitar e muitas vezes de engolir em seco.
Sempre fizeste trinta por uma linha comigo, acabo sempre por perdoar-te e a querer sempre mais e mais de ti.
É assim que todos devíamos fazer, por mais que tudo o resto não valha apena e nos faça sofrer. Tive e tenho a sorte de ainda poderes fazer parte da minha vida e da minha história. És, até à data, um dos Homens mais importantes da minha vida. Nunca me falhas-te!
É-me muito difícil falar de ti, sabes bem que não sou dada a grandes manifestações de carinho, que muitos dos meus actos rebeldes partem da tua suptil pessoa. Foste tu que fizeste de mim, parte daquilo que sou hoje.
Nunca me levantas-te a mão, mesmo quando mais o merecia, nunca me impuseste regras, nunca me humilhas-te e nunca te esqueceste que eu existo.
Eu vi o quanto sofreste quando me viste chegar de Lisboa, quando me viste naquele estado, eu própria não sabia como lidar comigo. Apesar de ter-te afastado, tu soubeste sempre estar ali, ao meu lado, mesmo que eu não o deseja-se.
Ligaste-me todos os dias, várias vezes por dia até, sempre muito preocupado com tudo o que se ia passando, sendo o que sou para ti, acredito que não tenhas descansado uma só noite por não me veres e por não poderes estar comigo.
Sempre me fizeste ter um sorriso na cara, sempre fizeste questão de me ver feliz e de me ver com a cabeça levantada, é de louvar o teu esforço!
É importante referir que de todos, és tu quem me limpa as lágrimas.
És muitas vezes o meu ponto de equilibro, foste tu que me deste a vida, que me deste um nome e que fizeste de mim aquilo que sou hoje, uma melhor pessoa.
Eu sei, o quanto te está a custar ter perdido o teu pai, o quanto dói perder alguém que amamos. Nunca te tinha visto chorar, nunca o tinhas feito à minha frente. Sempre tiveste aquela postura firme e reservada, que eu tanto adoro em ti. Sempre fizeste questão de me segurar a mão enquanto chorava por todas aquelas situações difíceis. És tu que nunca me esqueces e o único homem que nunca me irá trair.
Desculpa se te desiludi algumas vezes, eu sei que houve algumas em que não me consegues perdoar. Mas a vida é assim mesmo, feita de erros, e é com eles que aprendemos.
Há muitas coisas que te podia dizer, mas isso fica só para nós os dois =)
Gosto muito de ti, e é disso que nunca te podes esquecer.
Quando pensares que não és ninguém no mundo, pensa que podes ser o Mundo de alguém, o MEU.

Amo-te Pai.
Telma Palma






6 comentários:

  1. Até me fazes chorar téé =')

    ResponderEliminar
  2. É complicado, mas só espero que acabe por passar... Não podemos obrigar as pessoas a estar connosco, mas também não podemos aceitar que elas se afastem sem um motivo!

    ResponderEliminar
  3. é preciso ter cuidadinho com o sócio ^^

    ResponderEliminar
  4. Gostei...

    Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Memórias do Meu Pensamento